16/05/2010

Poema é coisa fina,
Daquelas que se toca de latex e
Monóculo,
Pedra preciosa, Jade Rubi
Diamante
Ouro de sem quilates
Prata fora-da-lei.

Poema é sacrossanto,
Herança dos deuses aos
Homens,
Sopro divino, bafo de vino.

Poema é
Merda bem-cheirosa
Flora selvagem a crescer em
Estrume, sol, mar, céu,
Noite, vida e
Fossa séptica.

Poema é história maior
Sem conclusão
Ponto final.

Novembro de 2009.
Advertisements

One Response to “”

  1. Patricia Lino Says:

    eu estava lá.
    com muito orgulho.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: